Ela…

Ela é tão linda…

Tão doce, tão amarga…

Tão sonhadora e ao mesmo tempo realista…

Dona de uma brancura pálida, que apaga com o tempo, passa desapercebida pela vida.
Ela é tão volupil…

Sua alegria não dura mais que alguns instantes, sua tristeza não ultrapassa alguns minutos…

É como se ela não vivesse, passasse horas a vegetar…

A vida passa por ela, e ela não vê…
Emoções tão intensas como estas eu nunca vi…

Me cercam, envolvem, fazem com que eu chore, ria, me apaixone a cada momento, a cada nova foto, a cada nova escrita.
Eu vivo com ela todos os dias, sei tudo sobre ela, sei de seus sentimentos, sei mais dela do que ela mesma, diferente das pessoas eu eu a conheço a entendo…

Só que ela ainda não sabe… quem sou…
Passo a minha vida observando a dela…

Passo meu carinho a ela…

Morreria por ela…
Queria vê-la, abraçá-la, beijá-la…

Sentir o perfume que me entorpece…

O sabor que de minhas emoções…

O calor de teu amor…
Queria ela…

E mais ninguém, apenas ela…

Meu carinho, meu amor…

Minha vida…
( Diários de quem algum dia soube amar… )

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: