Monstro!!!

Monstro! Monstro! Monstro!

É o que eu sou.
É o que tu és.
É o que eu aprendi a ser contigo, é o que aprendi ao seu lado…
E mais ainda o que aprendi a ser sem ti.

A falta de seus abraços,
De seus sorrisos,
De suas palavras,
De te olhar.

A falta do carinho,
Do teu amor,
Da tua alegria,
Me deixaram só.

Mas a solidão por um instante me acolheu…
E ela foi tão generosa!
Com o tempo me habituei…
E por mais inacretável que seja… gostei!

Os pensamentos que me assombravam nela,
Agora tinham medo da mesma…
E foram embora! Sim, eles foram!
Só fiquei eu…
E foi tão bom…

Agora,
És doce, gentil, carinhoso…
Ouvinte, companheiro, amigo…
És tudo!
Mas agora de mais nada eu preciso.

Apenas quero ser só,
Estar só.

Sem pensamentos,
Sem sentimentos,
Sem medo,
Sem você.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: