Vermelho

 A cor do mundo quando estou contigo e essa.

Cor de teus lábios, de onde tiro um néctar

Doce e vivo com de uma rosa, vermelha

E agora promete-me mais.

 

Uma surpresa vermelha, de tamanho desconhecido

Minha mente trabalha, viajando em delírios escarlates

Penso em momentos em teu corpo coberto de cor

De onde tenho que desnudar-te com meu amor

 

De um coração vermelho me vem a vontade

Vontade de ser por ti surpreendido

Tento tocar essa que é a cor do amor

E viajar minhas mãos por teu corpo, sexo

 

Olho para você e meu vermelho sangue se inflama

Com as chamas de tuas caricias, loucuras a cometer

Quero teu toque doce, e provar de ti, demoradamente

Em tua pele de maçã, onde hei de saciar-me, por horas

 

Me traga o vinho de teu beijo, me inebrie em teu olhar

Me fortalece, aquietando-me em teu peito arfante

Vivido e meu amor, que aqui declaro a ti, nessa minha prosa

Que prova a vontade que tenho de você, em vermelho como a vida
(Rafael Moreira)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: